Faltando pouco menos de uma semana para a passagem do XuxaXou em Recife, a rainha dos baixinhos apareceu na web anunciando o cancelamento da apresentação. Em vídeo no seu Instagram Oficial, Xuxa revelou que a empresa contratante lhe “deixou na furada”.

“Paula Roberta Bessa, que é da empresa Planner Eventos, que contratou a gente pro show de Fortaleza e também de Recife deixou a gente na furada. Então como ela é uma pessoa bem legal, queríamos dizer que não vamos fazer o show em Recife que estava para a semana que vem. Não vai dar certo. Não tem como fazer com essa senhora”, lamentou a apresentadora.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Recife não farei o show no dia 1 de dezembro. Sinto muito.

Uma publicação compartilhada por Xuxa Meneghel (@xuxamenegheloficial) em


A apresentação estava marcada para o dia 1º de dezembro desde o mês de setembro e seria realizada no Centro de Convenções de Pernambuco.

Corre o rumor que o conflito entre a artista e a produtora de eventos se desdobrou após Xuxa e sua equipe descobrirem que a aeronave contratada para leva-los de volta ao Rio de Janeiro após o show realizado em Fortaleza no dia 24.11 era clandestina. Veja um trecho do que Xuxa teria falado para o colunista Léo Dias:

Comecei a achar estranho já no sábado de manhã, quando fui embarcar para Fortaleza porque o hangar que eu embarquei era muito distante, escuro… Diferente do que eu estou acostumada a usar. Eu queria voltar pro Rio cedo no domingo porque Sasha vai viajar e eu queria ficar com ela. Primeiro, a informação era de uma pane na aeronave. Quando a gente chegou no aeroporto, por volta das 23h50 de sábado, descobri que não era. Não deixaram nem a gente entrar. Como a aeronave não estava pronta para a gente, não abriram o portão. O avião tinha saído com um prefixo e entrado com outro. A empresa Planer Eventos não poderia estar alugando o avião porque ela não é empresa de táxi aéreo. Além disso, ela já estava sendo procurada. O pessoal em Brasília achou e apreendeu o avião. O avião vai ter que ficar apreendido até segunda-feira. Isso foi o que falaram para a gente e não falaram mais nada: apenas que ia ficar preso porque essa aeronave e essa empresa estava sendo buscadas por Brasília. Já tinha ido com outros artistas, como Claudia Leitte e que estavam usando um avião particular como táxi aéreo e isso não pode. Pensamos que a contratante Paula Roberta Bessa fosse resolver, mas nada aconteceu. A gente ligou e ela não atendeu. Resolvemos esperar. Duas da manhã e a gente não conseguia tripulação. Aí a gente tentou pela Líder e a Paula Roberta precisava mandar os cartões. Ela mandou e não bateu. Tudo furado

Leia a nota da empresa na íntegra: